quinta-feira, 5 de março de 2015

Eventos em destque no dia 6 de março de 2015 > Sexta-Feira > Postado na véspera às 3:32 PM

Pitoresco - Principal

Hora do Brasil


Para saber o fuso horário de outras cidades do mundo, clique em http://is.gd/PQIvZ3



ÚLTIMO CLIPE DE NOTÍCIAS PUBLICADO VEJA

"Aproveite a vida, porque cada minuto que passa é um milagre que não se repete" > Quanto falta para o fim do ano 2014



Como está a velocidade de seu computador?

Tempo, qualidade do ar, qualidade das praias, marés http://is.gd/ASC3dJ

WEBCAM's (A volta ao mundo em alguns segundos)
"Vejo ao vivo" > Webcam’s ao redor do Brasil http://www.vejoaovivo.com.br/
Locais específicos, no Brasil e no mundo:
São Paulo > Avenida Paulista http://is.gd/jwg8pC
Rio de Janeiro (Brasil) (Trânsito ao vivo)  http://is.gd/Njn4EE
Istambul, now! > Praça em frente à Basílica de Santa Sofia http://is.gd/GSWAjx
Oxford (Inglaterra) http://is.gd/7UBxWO
Nova York (EUA) > 5ª Avenida  http://is.gd/Zd2hT3
Nova York (EUA) > Times Square http://is.gd/WlhHJt
Chicago > O estádio de beisebol do Chicago's (Illinois-EUA) http://is.gd/3RPmWT
Los Angeles (EUA) > Hollywood Boulevard http://is.gd/hdk4CB
Tóquio (Japão): O cruzamento, a mão inglesa, o metrô http://is.gd/qcUN0N
Amsterdã (Holanda): Um passeio pela cidade, ao vivo http://is.gd/kyoIU9
Moscou (Rússia) A calçada e os transeuntes http://is.gd/r9Vd1D
Dublin (República da Irlanda) http://is.gd/BDTSPl
Jamaica (Caribe) > Piscina do Rick’s Café http://is.gd/Jqx03M 
Santa Cruz (Ilhas Virgens) http://is.gd/lnnNkK Onde fica http://is.gd/EWu0Du
Transilvânia (Romênia) Webcam http://is.gd/s1rRXZ Onde é http://is.gd/6K1aTU



- “Brasil – 100 Anos de República” (309 páginas), grátis em PDF http://is.gd/azGgPg
- Lista de Pintores do Brasil http://is.gd/oBt62V
- Coisas que não sabemos ou de que não nos lembramos http://is.gd/wse3uE
- Direitos e Garantias Fundamentais – O art. 5º da Constituição http://is.gd/DRIRvh


Principais eventos do dia de hoje.
Fonte em português: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_dias_do_ano
Fonte em inglês: http://www.on-this-day.com/

6 de março de 2015.
65.º dia do ano no calendário gregoriano.
Faltam 300 para acabar o ano.


06/03/1475 – Nasce Michelangelo, pintor, escultor, poeta e arquiteto italiano (m. 1564) 
Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni (Caprese6 de Março de 1475 — Roma18 de Fevereiro de 1564), mais conhecido simplesmente como Michelangelo, foi um pintorescultorpoeta e arquiteto italiano, considerado um dos maiores criadores da história da arte do ocidente.
Ele desenvolveu o seu trabalho artístico por mais de setenta anos entre Florença e Roma, onde viveram seus grandes mecenas, a família Medici de Florença, e vários papas romanos. Iniciou-se como aprendiz dos irmãos David e e Domenico Ghirlandaio em Florença. 
Tendo seu talento logo reconhecido, tornou-se um protegido dos Medici, para quem realizou várias obras. Depois fixou-se em Roma, onde deixou a maior parte de suas obras mais representativas. Sua carreira se desenvolveu na transição do Renascimento para o Maneirismo, e seu estilo sintetizou influências da arte da Antiguidade clássica, do primeiro Renascimento, dos ideais do Humanismo e do Neoplatonismo, centrado na representação da figura humana e em especial no nu masculino, que retratou com enorme pujança. 
Ainda em vida foi considerado o maior artista de seu tempo; chamavam-no de o Divino, e ao longo dos séculos, até os dias de hoje, vem sendo tido na mais alta conta, parte do reduzido grupo dos artistas de fama universal, de fato como um dos maiores que já viveram e como o protótipo do gênio. 
Michelangelo foi um dos primeiros artistas ocidentais a ter sua biografia publicada ainda em vida. Sua fama era tamanha que, como nenhum artista anterior ou contemporâneo seu, sobrevivem registros numerosos sobre sua carreira e personalidade, e objetos que ele usara ou simples esboços para suas obras eram guardados como relíquias por uma legião de admiradores. 
Para a posteridade Michelangelo permanece como um dos poucos artistas que foram capazes de expressar a experiência do belo, do trágico e do sublime numa dimensão cósmica e universal.


  961 – A tomada de Chandax, a capital do Emirado de Creta, pelo Império Bizantino após sete meses de cerco, marca o fim daquele estado muçulmano de Creta

1353 – O Cantão de Berna torna-se membro da Confederação suíça

1429 – Joana d'Arc encontra Carlos VII, o Delfim em Chinon
Aos 16 anos, Joana foi a Vaucouleurs, cidade vizinha a Domrèmy. Recorreu a Robert de Baudricourt, capitão da guarnição armagnac estabelecida em Vaucouleurs para lhe ceder uma escolta até Chinon, onde estava o delfim, já que teria que atravessar todo o território hostil defendido pelos aliados ingleses e borguinhões. 
Quase um ano depois, Baudricourt aceitou enviá-la escoltada até o delfim. A escolta iniciou-se aproximadamente em 13 de fevereiro de 1429. Entre os seis homens que a acompanharam estavam Poulengy e Jean Nouillompont (conhecido como Jean de Metz). Jean esteve presente em todas as batalhas posteriores de Joana d'Arc. 
Portando roupas masculinas até sua morte, Joana atravessou as terras dominadas por Borguinhões, chegando a Chinon, onde finalmente iria se encontrar com Carlos, após uma apresentação de uma carta enviada por Baudricourt. 
Chegando a Chinon, Joana já dispunha de uma grande popularidade, porém o delfim tinha ainda desconfianças sobre a moça. Decidiram passá-la por algumas provas. Segundo a lenda, com medo de apresentar o delfim diante de uma desconhecida que talvez pudesse matá-lo, eles decidiram ocultar Carlos em uma sala cheia de nobres ao recebê-la. Joana então teria reconhecido o rei disfarçado entre os nobres sem que jamais o tivesse visto antes. Joana teria ido até ao verdadeiro rei, se curvado e dito: "Senhor, vim conduzir os seus exércitos à vitória"
Sozinha na presença do rei, ela o convenceu a lhe entregar um exército com o intuito de libertar Orléans. Porém, o rei ainda a fez passar por provas diante dos teólogos reais. As autoridades eclesiásticas em Poitiers submeteram-na a um interrogatório, averiguaram sua virgindade e suas intenções. 
Convencido do discurso de Joana, o rei entrega-lhe às mãos uma espada, um estandarte e o comando das tropas francesas, para seguir rumo à libertação da cidade de Orléans, que havia sido invadida e tomada pelos ingleses havia oito meses.  (Wikipedia) MAIS

1447 – Nicolau V torna-se Papa
1480 – Ratificação dos termos do Tratado das Alcáçovas-Toledo pelos Reis Católicos – Portugal cede as Ilhas Canárias à Castela em troca das reivindicações em África Ocidental

1521 – Fernão de Magalhães descobre a ilha de Guam

1629 – Guerra dos Trinta Anos: Fernando II emite o Édito da Restituição anulando todos os direitos dos protestantes às propriedades católicas expropriadas a partir da Paz de Augsburgo
1714 – Tratado de Rastatt: término da Guerra da Sucessão Espanhola

1817 – Brasil Colônia: Início da Revolução Pernambucana – Movimento de revolta contra o domínio português
A chamada Revolução Pernambucana, também conhecida como Revolução dos Padres, eclodiu em 6 de março de 1817 na então Província de Pernambuco, no Brasil. Dentre as suas causas destacam-se a crise econômica regional, o absolutismo monárquico português e a influência das idéias Iluministas, propagadas pelas sociedades maçônicas
Tropas enviadas da Bahia avançaram pelo sertão pernambucano, enquanto uma força naval, despachada do Rio de Janeiro, bloqueou o porto do Recife. Em poucos dias 8.000 homens cercavam a província. No interior, a batalha decisiva foi travada na localidade de Ipojuca. Derrotados, os revolucionários tiveram de recuar em direção ao Recife. 
Em 19 de maio as tropas portuguesas entraram no Recife e encontraram a cidade abandonada e sem defesa. O governo provisório, isolado, se rendeu no dia seguinte. No Ceará, Bárbara de Alencar e seu filho Tristão Ararípe aderiram ao movimento, mas foram detidos por José Pereira Filgueiras que também participou da luta pela independência do Brasil no Maranhão e recebeu o título de capitão-mor do Crato. Tristão e Filgueiras se uniram contra o governo imperial na Confederação do Equador. 
Apesar de sentenças severas, um ano depois todos os revoltosos foram anistiados, mas, ainda assim, quatro haviam sido executados. O dia 6 de março foi declarado a Data Magna de Pernambuco, por conta da Revolução Pernambucana.

1820 – O Compromisso do Missouri é transformado em lei pelo presidente James Monroe. O acordo permite a Missouri fazer parte da União como um estado escravocrata, mas faz o restante da parte norte do território da Compra da Louisiana abolir a escravidão
1831 – Estreia da ópera La sonnambula de Bellini, em Milão
1831 – Fundação de Diamantina
1836 – Revolução do Texas: Batalha do Álamo – Após um cerco de 13 (treze) dias realizado pelo exército mexicano, os voluntários texanos que defendiam o forte Álamo são derrotados e o forte é tomado
1853 – Estreia da ópera La Traviata de Giuseppe Verdi, em Veneza

1855 – Manuel da Mota Coqueiro entrou para a história como o último condenado à morte que teve a pena executada no Brasil
Manuel da Mota Coqueiro, apelidado de "A Fera de Macabu", foi um rico fazendeiro da região norte fluminense condenado à pena de morte por ter - supostamente - mandado matar toda uma família de colonos residente em suas terras. 

O caso é um dos crimes mais famosos do Brasil, pois muitos consideram que foi executado um inocente, além do que foi enforcado um homem branco e rico, o que era incomum na época.  Mota Coqueiro penou por alguns anos em cárceres do Rio de Janeiro enquanto esperava o resultado das suas apelações. Recebeu apenas a visita de seu enteado, filho de Úrsula das Virgens. 

Quando foi negada a graça imperial, foi levado para uma prisão de melhores condições onde recebeu boa alimentação e medicação para recuperar a saúde. Depois foi levado para Macaé onde foi executado na forca três anos depois do massacre, a 6 de março de 1855

Os seus cúmplices foram enforcados no dia 23 de junho do mesmo ano. O local do enforcamento é atualmente a pista de atletismo do Colégio Estadual "Luiz Reid" em Macaé. O "caso Mota Coqueiro" entrou para a história como um dos maiores erros judiciários do Brasil.

1857 – Prolatada a sentença do Caso Dred Scott pela Suprema Corte dos EUA, um dos fatos que levaram à Guerra de Secessão
1869 – Dmitri Mendeleev apresenta a primeira tabela periódica à Sociedade Russa de Química
1889 – Anunciado o primeiro milagre de Padre Cícero
1899 – A Bayer registra a aspirina como propriedade industrial
1901 – Em Bremen um assassino tenta matar Wilhelm II da Alemanha
1902 - É fundado o Real Madrid Club de Fútbol
1921 – O Partido Comunista Português é fundado como a secção Portuguesa do Internacional Comunista (Comintern)
1925 – A Bélgica anexa Eupen, Malmedy e Sankt Vith

1927 – Lançamento do filme alemão de ficção científica Metrópolis realizado pelo cineasta austríaco Fritz Lang

1940 – Guerra de Inverno: Um armistício é assinado pela Finlândia e a União Soviética

1945 – Adotado na Conferência Interamericana sobre Problemas de Guerra e Paz, na Cidade do México, a Acta de Chapultepec – proclamava que a agressão perpetrada contra qualquer Estado americano seria considerada como dirigida contra todos os signatários
A Ata de Chapultepec foi uma declaração de solidariedade interamericana firmada na Cidade do México, em 6 de Março de 1945. A acta proclamava que a agressão perpetrada contra qualquer Estado americano seria considerada como dirigida contra todos os signatários. 
Argentina não assistiu à conferência, mas concedeu o seu apoio formal à declaração, no dia 27 de Março de 1945. 
Representava um renascimento da Doutrina Monroe e do Pan-Americano, com o ressurgimento do lema: "A América para os Americanos", frase que, no pós guerra acabou ganhando um duplo sentido, face à ingerência dos Estados Unidos em países do continente. 
Abaixo, o Castelo de Chapultepec, onde se deu a Conferência.

1946 – Guerra do Vietnã: Ho Chi Minh assina um acordo com a França, que reconhece o Vietnã como um Estado autônomo

1951 – Estados Unidos: Tem início o julgamento do caso Julius e Ethel Rosenberg
Julius Rosenberg (Nova York, 12 de maio de 1918 – Prisão de Sing Sing, Nova York, 19 de junho de 1953) e Ethel Greenglass Rosenberg (Nova York, 25 de setembro de 1915 – Prisão de Sing Sing, Nova York, 19 de junho de 1953) foram judeus comunistas estadunidenses que foram executados em 1953 após serem condenados por espionagem. As acusações foram em relação à transmissão de informações sobre a bomba atômica para a União Soviética. A execução deles foi a primeira de civis por espionagem na História dos Estados Unidos. Mais

1953 – Gueórgui Malenkov sucede Josef Stalin como Premier e Primeiro Secretário do Partido Comunista da União Soviética
1957
As colônias do Reino Unido de Gold Coast e Togolândia Britânica tornam-se a independente República do Gana
Guerra do Suez: Israel retira suas tropas da Península do Sinai
1959 - Fundação do Grêmio Recreativo Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense
1960 – Cerimônia de encerramento da I Universíada de Inverno em Villars, Suíça
1970 – O líder de seita e suspeito de assassinato Charles Manson lança um álbum intitulado Lie: The Love & Terror Cult para ajudar nas despesas de sua defesa
1975 – Acordos de Argel: Irã e Iraque anunciam uma solução para as disputas territoriais entre os dois países
1980 – A escritora belga Marguerite Yourcenar torna-se a primeira mulher eleita para a Academia Francesa
1986 – Missão Vega: A sonda espacial russa VeGa 1 (lançada em 1984) passa a 8890 km do cometa Halley

1994 – O referendo na Moldávia resulta no eleitorado votando contra a possibilidade de reunificação com a Romênia


1997 – A pintura de Picasso, Tête de Femme, é roubada de uma galeria de Londres e recuperada uma semana depois

2002 – A Assembleia Nacional da França acedeu ao pedido de devolver os restos mortais da Vênus Hotentote à sua terra natal
2003 – É anunciado, que as análises fotográficas feitas, por ocasião da passagem da sonda Cassini-Huygens por Júpiter, sugerem que os cinturões sejam áreas de movimento atmosférico no planeta


1405 – João II de Castela (m. 1454)
1459 – Jacob Fugger, banqueiro alemão (m. 1525)
1475 – Michelangelo, pintor, escultor, poeta e arquiteto italiano (m. 1564)
1483 – Francesco Guicciardini, estadista e historiador italiano (m. 1540)
1492 – Juan Luis Vives, acadêmico espanhol (m. 1540)

1619 – Cyrano de Bergerac, soldado e poeta francês (m. 1655)
Hector Savinien de Cyrano de Bergerac ( Saviniano Hércules Cyrano de Bergerac)(Paris6 de março de 1619 — Sannois26 de julho de 1655) foi um escritor e duelista que se tornou mais conhecido pelos muitos trabalhos de ficção que têm sido feitos sobre sua vida. 

Nessas histórias, ele é sempre retratado com um grande nariz, em especial na peça feita por Edmond Rostand sobre sua vida. 
1679 – João Manuel de Noronha, nobre português (m. 1761)
1716 – Pehr Kalm, botânico e explorador sueco (m. 1779)
1755 – Jean-Pierre Claris de Florian, escritor e poeta francês (m. 1794)
1766
Friedrich Immanuel Niethammer, teólogo alemão (m. 1848)
George Spencer-Churchill, 5.º Duque de Marlborough, nobre britânico (m. 1840)
1784 – Anselme Gaëtan Desmarest, zoólogo francês (m. 1838)
1786 – Charles Napier, militar britânico (m. 1860)
1790 – Jacques Arago, escritor e explorador francês (m. 1854)
1796 – Charles C. Stratton, político estado-unidense (m. 1859)
Século XIX[editar | editar código-fonte]
1806 – Elizabeth Barrett Browning, poetisa britânica (m. 1861)
1813 – Vicente de Sousa Queirós, nobre e político brasileiro (m. 1872)
1815 – José Bonifácio de Campos Ferraz, nobre brasileiro (m. 1884)

1817 – Clementina de Orléans, nobre francesa (m. 1907)

1819 – Émile Blanchard, zoólogo francês (m. 1900)
1820 – Henry Holmes Croft, cientista britânico (m. 1883)
1821 – João Carlos, Príncipe da Beira, nobre brasileiro (m. 1822)
1823 – Carlos I de Württemberg (m. 1891)
1826 – Marietta Alboni, cantora de ópera italiana (m. 1894)
1831 – Philip Sheridan, militar estado-unidense (m. 1888)
1832 – José Pereira de Faro, nobre brasileiro (m. 1899)
1836 – Sebastião Antônio Rodrigues Braga, político brasileiro (m. 1890)
1839 – Olegário Víctor Andrade, poeta, jornalista e político argentino (m. 1882)
1841 – Alfred Cornu, físico francês (m. 1902)
1843 – Arthur Napoleão, pianista e compositor brasileiro (m. 1925)
1847
Cesare Arzelà, matemático italiano (m. 1912)
Federico Andreotti, pintor italiano (m. 1930)
1850 – Victoria Benedictsson, escritora sueca (m. 1888)
1851 – Miguel Bombarda, psiquiatra brasileiro (m. 1910)
1853 – Silva Ramos, escritor brasileiro. (m. 1930)
1857 – Manuel Maria Coelho, militar português (m. 1943)
1858 – Coslett Herbert Waddell, religioso e um botânico irlandês (m. 1919)

1861 – Victor Horta, arquiteto belga (m. 1947)
Victor Horta (Gante, 6 de Janeiro de 1861 — Bruxelas9 de Setembro de 1947) foi um arquitecto belga, o pioneiro do Art nouveau na Bélgica. Horta foi o primeiro arquiteto a ganhar o Prêmio Godecharle, em 1884, quando tinha 23 anos. 

Na Bélgica, o art nouveau amadureceu e encontrou a sua mais alta expressão na arquitetura de Victor Horta, que influenciou outros países. Entre as suas obras-primas, marcadas por pródigas decorações, estão a Casa Tassel (1892-1893), em Bruxelas, sua obra-prima, o Palacete Solvay(1895-1900), a Casa do Povo (1896-1899) e a sua própria residência no bairro de Saint-Gilles, em Bruxelas (1898-1899), mais tarde transformada no actual Museu Horta.  

Continua a tradição das construções de Bruxelas, no entanto, os seus interiores são fantásticos pela utilização ousada dos novos materiais: ferro, vidro, madeira. Na casa Tassel uniu as artes maiores (arquitectura) com as artes menores (mosaico, vitral, carpintaria...); deu grande importância à luminusidade e à decoração. A decoração e a estrutura formam um todo.


1862 – Jácome de Sousa Ribeiro, músico e compositor português (m. ?)
1866 – Georges Dumas, psicólogo francês (m. 1946)
1870 – Oscar Straus, compositor austríaco (m. 1954)
1871 – Afonso Costa, político e líder republicano português (m. 1937)
1882 – Maggie Barnes, supercentenária estado-unidense (m. 1998)
1891 – Afonso Guilhermino Wanderley Júnior, político brasileiro (m. 1961)
1893 – Furry Lewis, músico estado-unidense (m. 1981)
1894 – Edgar Julius Jung, político alemão (m. 1934)
1897 – Joseph Berchtold, político alemão (m. 1962)

1898 – Eugênia Álvaro Moreyra, jornalista brasileira (m. 1948)
Eugênia Álvaro Moreyra (6 de março de 1898 — 16 de junho de 1948) foi uma jornalista, atriz e diretora de teatro brasileira. De personalidade anticonvencional e transgressora, foi uma das pioneiras do feminismo e uma das líderes da campanha sufragista no país. 

Ligada ao movimento modernista brasileiro e defensora de idéias comunistas, foi perseguida pelo governo Vargas, chegando a ser presa acusada de participação na Intentona Comunista. 

Casada com o poeta e escritor Álvaro Moreyra, desempenhou com ele papel importante na renovação do setor teatral brasileiro, organizando campanhas culturais de popularização e trabalhando como atriz, diretora, tradutora, declamadora e posteriormente presidente do sindicato dos profissionais de teatro. (Wikipedia)

1899 – Richard L. Simon, empresário estado-unidense (m. 1960)
1900
Joubert de Carvalho, médico e compositor brasileiro (m. 1977)
Hilda Anna Krisch, enfermeira brasileira (m. 1995)
José Gomes da Silva, político brasileiro (m. ?)
Século XX[editar | editar código-fonte]
1901–1950[editar | editar código-fonte]
1903 – Kōjun, imperatriz japonesa (m. 2000)
1909 – Stanisław Jerzy Lec, poeta polonês (m. 1966)
1912 – Marinho de Oliveira Franco, maestro e músico brasileiro (m. 2000)
1913 – Francisco Carreiro da Costa, político português (m. 1981)
1915 – José Armelim Bernardo Guimarães, historiador e poeta brasileiro (m. 2004)
1917
Luís de Albuquerque, historiador português (m. 1992)
Hélio Borges, biólogo brasileiro (m. 2003)

1917 - Will Eisner, ilustrador e cartunista estado-unidense (m. 2005)
William Erwin Eisner (Nova York6 de março de 1917 — Flórida3 de janeiro de 2005) é considerado um dos mais importantes artistas de histórias em quadrinhos e uma das maiores influências no desenvolvimento do gênero. 

Além de sua carreira como quadrinista, Eisner ensinou Técnicas de Quadrinhos na Escola de Artes Visuais de Nova York, e escreveu obras fundamentais na criação de histórias em quadrinhos: Os Quadrinhos e a Arte Sequencial (Comics and Sequential Art) e A Narrativa Gráfica (Graphic Storytelling). 

Em 1988 a indústria dos quadrinhos prestou tributo à Eisner criando o Prêmio Will Eisner, mais conhecido como "Eisners", que servem como uma premiação pelo "conjunto da obra" nas histórias em quadrinhos. 

Will Eisner morreu em 3 de janeiro de 2005 em Laurderdale Lakes, Flórida, devido a complicações cardíacas depois de uma cirurgia em 22 de dezembro.
1920
Maria Cristina de Mello, cidadã portuguesa (m. 2006)
Lewis Gilbert, produtor e roteirista britânico
Hermelino Largura, político brasileiro
1921 – Almiro Caldeira de Andrada, escritor brasileiro (m. 2007)
1925 – Wes Montgomery, músico estado-unidense (m. 1968)
1926
Alan Greenspan, economista estado-unidense
Andrzej Wajda, cineasta polonês
1927
Gordon Cooper, astronauta estado-unidense (m. 2004)
Gabriel García Márquez, escritor colombiano (m. 2014).
1930 – Lorin Maazel, maestro, compositor e violinista estado-unidense
1931 – Ed Whitlock, ex-maratonista canadense
1932
Bronisław Geremek, historiador e político polonês (m. 2008)

Tatsuo Yoshida, artista japonês (m. 1977)


1933 – Américo Lopes, ex-futebolista português
1934 – John Noakes, ator e apresentador britânico
1935 – João Pedro Morais, ex-futebolista português
1936 – Choummaly Sayasone, político laosiano
1937 – Valentina Tereshkova, cosmonauta soviética
1938
Francesco Coccopalmerio, religioso italiano
Geraldo Sarno, roteirista e cineasta brasileiro
1939
Adam Osborne, empresário, escritor, editor de software e projetista de computadores estado-unidense (m. 2003)

Perry Salles, ator brasileiro, primeiro marido de Vera Fischer (m. 2009)

Infanta Margarida, nobre espanhola
José Ricardo, cantor brasileiro
1940
Paulo Figueiredo, ator brasileiro
Philippe Lacoue-Labarthe, filósofo, crítico literário e tradutor francês (m. 2007)
1942 – Flora Purim, cantora brasileira
1944
Bruno Pedron, religioso italiano
Kiri Te Kanawa, soprano neozelandesa
Norbert Steger, ex-político austríaco
1946
David Gilmour, músico britânico (Pink Floyd)
Patrick Baudry, ex-astronauta francês
1947
Tarso Genro, político brasileiro
Dick Fosbury, atleta estado-unidense
Mwamba Kazadi, ex-futebolista congolês
1948 – Jeffrey H. Schwartz, antropólogo físico estado-unidense
1949 – Shaukat Aziz, político paquistanês
1950 – Edson Bez de Oliveira, político brasileiro

1951 – Natália do Valle, atriz brasileira
Antes de se tornar atriz, foi miss Rio de Janeiro em 1969. A primeira novela de que participou foi Gabriela (1975), na Rede Globo, baseada no romance homônimo do escritor Jorge Amado

O reconhecimento de seu talento veio somente com Água Viva (1980), de Gilberto Braga e Manoel Carlos, que a levou para as capas das revistas e aparições no Fantástico. A partir daí interpretou diversos personagens importantes na TV Globo, como Lúcia Toledo, de Baila Comigo (1981), Sandra Rivoredo, de Sétimo Sentido (1982), Débora Brandão, de Final Feliz (1982), e Andréia Souza e Silva de Cambalacho (1986), quando interpretou a grande vilã da história, uma alpinista social sem escrúpulos. 

Em sua carreira, também obteve destaque como Suzanne Webert de Que Rei Sou Eu?, como a Sílvia de Mulheres Apaixonadas e a Carmem de Páginas da Vida. Já no teatro, o divisor de águas foi A Partilha (1991), de Miguel Falabella, que ficou seis anos em cartaz.

1952 – Ritchie, cantor e compositor brasileiro de origem inglesa
1954 – Harald Schumacher, ex-futebolista alemão
1955 – Alberta Watson, atriz canadense
1956 – Emanuel Fernandes, político brasileiro
1958 – Eddie Deezen, ator estado-unidense
1959 – Nizar Rayan, guerrilheiro palestino (m. 2009)
1960
Paris Jefferson, atriz britânica
Paulo César Borges, ex-futebolista brasileiro
1961 – Paul Bostaph, músico estado-unidense
1962
Michael Konsel, ex-futebolista austríaco
José Batista, ex-futebolista uruguaio
Bengt Baron, ex-nadador sueco, campeão olímpico
1964 – Madonna Wayne Gacy, músico estado-unidense
1967 – Julio Bocca, bailarino clássico argentino
1968
Michael Romeo, músico estado-unidense
Igor Kolyvanov, ex-futebolista russo
Moira Kelly, atriz estado-unidense

1968 - Mara Maravilha, cantora e apresentadora de televisão brasileira

1969 – Andrea Elson, atriz estado-unidense
1970
Lino Martone, ator venezuelano
Chris Broderick, guitarrista estado-unidense (Megadeth)
1971
Sean Morley, wrestler profissional canadense
Alê Abreu, ilustrador e animador brasileiro
1972
Shaquille O'Neal, jogador de basquete e ator estado-unidense
Jaret Reddick, instrumentista estado-unidense (Bowling For Soup)
Catanha, futebolista brasileiro de origem espanhola
Abdelkrim El Hadrioui, ex-futebolista marroquino
1974
Marcio Campos, jornalista brasileiro
Ricardo González, futebolista costarriquenho
1975
Mikel Pradera, ciclista espanhol

1975 - Aracely Arámbula, atriz mexicana

1976
Ken Anderson, wrestler estado-unidense
Stjepan Tomas, futebolista croata
Cédric Barbosa, futebolista francês
1977
Giorgos Karagounis, futebolista grego
Shabani Nonda, futebolista congolês
Leao Butrón, futebolista peruano
Carlitos, futebolista português
Ernesto D'Alessio, ator e cantor mexicano

1978 – Lara Cox, atriz australiana

1979
Tim Howard, futebolista estado-unidense
Thomas Dossevi, futebolista togolês
Érik Bédard, jogador de beisebol canadense
David Flair, wrestler estado-unidense
Creedence, futebolista brasileiro

1979 - Vanessa Prieto, atriz brasileira

1980
Rodrigo Taddei, futebolista brasileiro
Henrique Valle, futebolista brasileiro
Emilson Cribari, futebolista brasileiro
Manuel Sá Pessoa, ator português
1981
Zlatan Muslimović, futebolista bósnio
Gorka Iraizoz, futebolista espanhol
Iván Peñaranda, futebolista espanhol
Tim Brown, futebolista neozelandês
1982
Fabrício Mafra, halterofilista brasileiro
Gisvi, futebolista namibiano
1983
Tommaso Berni, futebolista italiano
Mathias Chago, futebolista camaronês
Andranik Teymourian, futebolista iraniano
Giulia Quintavalle, judoca italiana
Coby Karl, jogador de basquete estado-unidense
1984
Paulo Ribeiro, futebolista português
Daniël de Ridder, futebolista neerlandês
Nicolas Frey, futebolista francês
Erik Mjelde, futebolista norueguês
1985
Hikaru Wakana, atriz japonesa
Pedrinho, futebolista português
1986
Rodrigo Félix, futebolista brasileiro
Paul Aguilar, futebolista mexicano
Avdija Vršajević, futebolista bósnio
1987
Giorgi Kvaghinidze, futebolista georgiano
Kevin-Prince Boateng, futebolista ganês
Fabiano Oliveira, futebolista brasileiro
Bruno Meneghel, futebolista brasileiro
José Manuel Flores, futebolista espanhol
1988
Agnes Carlsson, cantora sueca
Marina Erakovic, tenista neozelandesa
1989
Jonathas, futebolista brasileiro
Maylson, futebolista brasileiro
Agnieszka Radwańska, tenista polonesa
Lee Seung-Ryul, futebolista sul-coreano
1991
Rodrigo Moreno, futebolista espanhol
Raphael Augusto, futebolista brasileiro
Tyler, The Creator, rapper estado-unidense
1997 – Eduardo Melo, ator brasileiro
2001 – Aryana Engineer, atriz canadense


1252 - Santa Rosa da Viterbo, padroeira da Juventude Franciscana (n. 1233).
1754 – Henry Pelham, político britânico (n. 1694)
1796 – Guillaume Thomas François Raynal, escritor francês (n. 1713)
Século XIX[editar | editar código-fonte]
1829 – Francisco Stockler, político, militar e matemático português (n. 1759)
1836 – Davy Crockett, político estado-unidense (n. 1786)
1837 – Yuri Lisyansky, militar e explorador russo (n. 1773)

1842 – Constanze Weber, atriz austríaca, casada com Mozart (n. 1763)
Constanze Weber (Zell, Reino de Württemberg, atual Alemanha, 5 de janeiro de 1762 — Salzburgo, Império Austríaco, atual Áustria, 6 de março de 1842), posteriormente Constanze Mozart, foi a esposa do compositor Wolfgang Amadeus Mozart.
A morte de Constanze Weber se deu seis meses após erguerem uma estátua de Mozart em Salzburgo, diante da casa ocupada por ela. Morreu às 3:45 da madrugada, de parada respiratória, de acordo com o registro de óbitos daCatedral de Salzburgo.

Uma mulher independente e determinada, incomum para a época, sempre cuidou de sua imagem, não se sabe se inocente ou culpada das tantas acusações feitas pelos historiadores. (Wikipedia) MAIS

1843 – Francisco de Assis Mascarenhas, político brasileiro (n. 1779)
1851 – Alexander Alyabyev, compositor russo (n. 1787)
1854 – Charles Stewart, 3.º Marquês de Londonderry, político e nobre britânico (n. 1778)
1856 – Johan August Wahlberg, explorador e naturalista sueco
1866 – William Whewell, polímata inglês (n. 1794)

1867 – Peter von Cornelius, pintor alemão (n. 1783)

1874 – Manuel Dias de Toledo, político brasileiro (n. 1802)
1878
Estêvão Ribeiro de Sousa Resende, juiz e desembargador brasileiro (n. 1808)
Joaquim Bento de Oliveira Júnior, político brasileiro (n. 1846)
1881 – Luís da Cunha Feijó, médico brasileiro (n. 1817)
1888 – Louisa May Alcott, escritora estado-unidense (n. 1832)
1892 – Manuel José de Siqueira Mendes, religioso e político brasileiro (n. 1825)

1895 – Camilla Collett, escritora e feminista norueguesa (n. 1813)

1900 – Gottlieb Daimler, engenheiro e industrial alemão (n. 1834)
Século XX[editar | editar código-fonte]
1902 – Moritz Kaposi, médico húngaro (n. 1837)
1904 – Hans Hermann Behr, médico, entomologista e botânico estado-unidense de origem alemã (n. 1818)
1907 – Manuel Veloso Paranhos Pederneiras, médico, escritor, jornalista e político brasileiro (n. 1832)
1909 – João Barbosa Rodrigues, naturalista e botânico brasileiro (n. 1842)
1910 – João Damasceno Vieira Fernandes, poeta, dramaturgo e historiador brasileiro (n. 1853)
1912 – August Toepler, físico alemão (n. 1836)
1913 – Paul Friedrich August Ascherson, botânico alemão (n. 1834)
1915
João Alfredo Correia de Oliveira, político brasileiro (n. 1835)
Roberto Ferreira, político brasileiro (n. 1834)
1928 – Olavo Egídio de Sousa Aranha, político brasileiro (n. 1862)
1930 – Alfred von Tirpitz, militar alemão (n. 1849)
1932 – John Philip Sousa, compositor e maestro estado-unidense (n. 1854)
1935 – Oliver Wendell Holmes jurista estado-unidense (n. 1841)
1936 – Conwy Lloyd Morgan, psicólogo britânico (n. 1852)
1937
Rudolf Otto, teólogo alemão (n. 1869)
Sérgio Loreto, político brasileiro (n. 1887)
1939
Ferdinand von Lindemann, matemático alemão (n. 1852)
Herbert Owar Dunn, oficial naval estado-unidense (n. 1857)
Miron Cristea, religioso e político romeno (n. 1868)

1941 – Gutzon Borglum, escultor estado-unidense (n. 1867)
John Gutzon de la Mothe Borglum (Bear LakeIdaho25 de março de 1867 — Chicago6 de março de1941) foi um escultor estadunidense, muito conhecido por ser o autor das efígies dos quatro presidentes dos Estados Unidos no Monte RushmoreDakota do Sul
Nascido perto de Bear LakeIdaho, e estudou arte em San Francisco e em Paris, especializando-se em esculturas de temática americana. Em 1916 começou a talhar a Stone Mountain na Geórgia, um gigantesco baixo-relevo comemorativo da Confederação, até que desavenças com as autoridades pararam a obra. 
Trabalhou no monumento do monte Rushmore de 1927 até à sua morte em 1941. Este conjunto monumental consta das cabeças em tamanho colossal dos presidentes George WashingtonThomas JeffersonTheodore Roosevelt e Abraham Lincoln. Os rostos, que se encontram a uma altura de 152 m, medem de 15 a 21 m, o que não impede que sejam dotados de grande realismo na sua expressão e detalhe. 
Depois da sua morte, o seu filho Lincoln terminou o projecto. Borglum foi também o autor da Medalha Centenário de David Livingstone. Gutzom Borglum encontra-se sepultado no Forest Lawn Memorial Park (Glendale)Glendale (Califórnia)Los Angeles, nos Estados Unidos.

1942 – Thomas Mooney, anarquista estado-unidense (n. 1882)
1947
Ferdinand Zecca, cineasta pioneiro francês (n. 1864)
Halford John Mackinder, geógrafo e geopolítico britânico (n. 1861)
1950 – Albert Lebrun, político francês (n. 1871)
1952 – Jürgen Stroop, militar alemão (n. 1895)
1954 – Carlos Eduardo, Duque de Saxe-Coburgo-Gota (n. 1884)
1958 – Assis Valente, compositor brasileiro (n. 1911)

1960 – Jean Puy, pintor fauve francês (n. 1876)
Jean Puy (Roanne1876 - 6 de Março de 1960) foi um pintor fauvista, conhecido como um dos principais intervenientes deste movimento artístico, surgido em 1905. Puy é igualmente lembrado como sendo um dos primeiros «fauves», já que participou na escandalosa exposição no Salon d'Automne, junto a Henri MatisseHenri ManguinGeorge Rouault e Derain. 


1964 – Paulo da Grécia (n. 1901)
1965 – Elizabeth Kensley, Decano da Humanidade britânica (n. 1855)
1967
Zoltán Kodály, compositor húngaro (n. 1882)
Lourival Fontes, jornalista e político brasileiro (n. 1899)
Nelson Eddy, cantor e ator estado-unidense (n. 1901)
1969 – Óscar Osorio, político salvadorenho (n. 1910)
1973
Pearl S. Buck, escritora estado-unidense (n. 1892)
Reinaldo Joaquim Ribeiro de Carvalho Filho, militar brasileiro (n. 1903)
1977 – Ioan Dumitrache, militar romeno (n. 1889)
1979 – Sinhozinho, compositor brasileiro (n. 1932)
1982 – Ayn Rand, autora estado-unidense (n. 1905)
1984 – Martin Niemöller, pastor luterano alemão (n. 1892)
1986 – Georgia O'Keeffe, artista estado-unidense (n. 1887)

1992 – Maria Helena Vieira da Silva, pintora portuguesa (n. 1908)
Maria Helena Vieira da Silva (Lisboa ,13 de junho de 1908 — Paris6 de março de 1992) foi uma pintora portuguesanaturalizada francesa em 1956
Era filha do embaixador Marcos Vieira da Silva, e neta de José Joaquim da Silva Graça, fundador do jornal O Século, tendo vivido na casa do avô, em Lisboa
Despertou cedo para a pintura. Aos onze anos ingressou na Academia de Belas-Artes, em Lisboa, onde estudou desenho e pintura. Motivada também pela escultura, estudou Anatomia na Faculdade de Medicina de Lisboa
Em 1928 foi residir para Paris, onde estudou com Fernand Léger, e trabalhou com Henri de Waroquier (1881-1970) e Charles Dufresne. Em Paris conheceu seu futuro marido, o também pintor Árpád Szeneshúngaro, com quem se casou em 1930
Devido ao facto de seu marido ser judeu e de ela ter perdido a nacionalidade portuguesa, eram oficialmente apátridas. Então, o casal decidiu residir por um longo tempo no Brasil, durante a Segunda Guerra Mundial e no período pós-guerra. 
No Brasil, entraram em contato com importantes artistas locais, como Carlos Scliar e Djanira. Ambos exerceram grande influência na arte brasileira, especialmente entre os modernistas. Participou na Europália, em 1992, e veio a morrer nesse ano. 
Para honrar a memória do casal de pintores, foi fundada em Portugal a Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva, sediada em Lisboa e Escola Vieira Da Silva em Carnaxide


1994 – Melina Mercouri, atriz, cantora e ativista política grega (n. 1920)
1995 – Delroy Wilson, cantor jamaicano (n. 1948)
1996
José de Magalhães Pinto, político brasileiro (n. 1909)
Perseu Abramo, jornalista brasileiro (n. 1929)
1997 – Michael Manley, político jamaicano (n. 1924)
1999
Isa bin Salman al-Khalifa, monarca do Bahrein (n. 1933)
Nélson Ernesto Filpo Núñez, treinador argentino (n. 1920)
2000 – John Colicos, ator canadense (n. 1928)
Século XXI[editar | editar código-fonte]
2001
Mário Covas, político brasileiro (n. 1930)

2001 - Mario Telles, cantor, compositor e pintor brasileiro (n. 1926)

2005
Hans Bethe, físico alemão (n. 1906)
Teresa Wright, atriz estado-unidense (n. 1918)
2006
Kayano Shigeru, político japonês (n. 1926)
Newton da Matta, dublador brasileiro (n. 1935)
2007
Allen Coage, wrestler profissional estado-unidense (n. 1943)
Ernest Gallo, vitivinicultor estado-unidense (n. 1909)
Jean Baudrillard, filósofo francês (n. 1929)
Pierre Moinot, escritor e acadêmico francês (n. 1920)
2008 – Peter Poreku Dery, religioso ganense (n. 1918)
2010
Endurance Idahor, futebolista nigeriano (n. 1984)

2010 - Bruce Graham, arquiteto estadunidense (n. 1925)
Bruce Graham (1 de dezembro de 1925 - 6 de março de 2010) foi um arquiteto americano. Dentre suas mais notáveis construções está o Sears Tower. 

2012 - Francisco Xavier do Amaral, político timorense (n. 1937)
2013 - Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr. (n. 1970).
2014 - Sérgio Guerra, economista e político brasileiro (n. 1947).


Gana: Dia da Independência.

Dia Internacional do Optometrista.

Mitologia romana: dia consagrado à Marte, o deus da guerra e da agricultura, que dá nome ao próprio mês.

Dia mundial da oração.

Dia Europeu da Igualdade Salarial

Igreja Católica:
Santa Rosa de Viterbo (1233-1252)
Santa Inês de Praga (1205-1282)





Pitoresco http://is.gd/Dc5gMl  Exposições http://is.gd/mksaVO  
Consultoria ao Mercado de Arte http://is.gd/inOinp